NeoVacinas
Quem somos A clínica Vacinas Perguntas e respostas Calendários Aos profissionais Contato
Perguntas e respostas
Elaboração: Dra Maria Cristina Senna Duarte – CRM 5234045-5
O que é a Varicela ?
A varicela é causada pelo vírus varicela-zoster. Esse vírus tem alta transmissibilidade e no Brasil, os surtos sazonais ocorrem no final do inverno e durante toda a primavera.

O período de transmissão inicia-se 1 a 2 dias antes do aparecimento dos sintomas e prolonga-se até cinco dias após o aparecimentos das últimas vesículas, sendo que nos pacientes imunodeprimidos esse período se prolonga.

A transmissão  se dá por contato direto com as lesões cutâneas ou por secreções respiratórias.

O índice de contágio no ambiente familiar e nas escola  de crianças abaixo de 10 anos é em torno de 90%.

O período de incubação oscila entre 14 e 21 dias.

A varicela é mais comum em crianças entre 1 e 10 anos de idade, mas pode ocorrer em pessoas de qualquer idade.

A febre, que não costuma ser muito alta, está presente em mais de 80% dos casos.
O quadro clínico caracteriza-se por lesões que evoluem com rapidez de máculas para pápulas, vesículas e crostas. Associam-se manifestações sistêmicas tais como: prostação, cefaléia, mal estar geral, vômitos e sintomas respiratórios. A fase de crosta costuma iniciar-se em média cinco a seis dias após o aparecimento da primeira lesão.

A importância clínica da varicela vincula-se ao aparecimento de complicações. Crianças menores de 2 anos e os adultos apresentam maior taxa de complicação.
As principais complicações da varicela são:

  • cutânea: infecções bacterianas secundárias
  • neurológica:  encefalite, cerebelite, ataxia, mielite, etc.
  • Respiratórias: Otite média aguda, Pneumonia
  • Hemorrágicas

  • Quanto tempo dura a imunização de uma pessoa vacinada? É recomendável tomar a vacina uma vez por ano? Por que?

    Nas pessoas vacinadas, inclusive nas pessoas idosas, a imunidade durará por aproximadamente um ano, sendo necessário administrar a vacina anualmente , uma vez que a mutação do vírus produz novas cepas dos vírus influenza A e B que podem escapar da imunidade adquirida por infecção ou vacinação prévia.  Geralmente a cada ano, uma ou duas das três cepas são modificadas devido às mutações nas cepas circulantes. Se os pacientes  querem estar protegidos contra os vírus em circulação, devem atualizar sua vacinação anualmente.
     
    Como funciona a imunização com a vacina?
    Todas as vacinas contra influenza induzem resposta imunogênica que se caracteriza por altos títulos de anticorpos circulantes que atingem seu ápice em 14 a 21 dias após a vacinação. O período durante o qual os níveis soroprotetores são mantidos é suficientemente longo para oferecer proteção durante toda a temporada da influenza (gripe), porém na próxima temporada de influenza, os títulos de anticorpos são insuficientes para oferecer proteção, daí a necessidade da revacinação.
     
    Por que o outono é a melhor época para se prevenir contra a gripe?
    O período ideal de vacinação é antes da temporada de influenza (gripe) ou do pico de circulação viral: março à junho no hemisfério sul e setembro à novembro no hemisfério norte.  Assim, consegue-se maior tempo de proteção em período de maior circulação do vírus.

    Qual é a vantagem da vacina em relação aos remédios que tomamos quando estamos gripados?
    A influenza é uma doença altamente contagiosa, potencialmente grave, que freqüentemente atinge proporções epidêmicas.  A influenza é uma doença sistêmica e o óbito pode ocorrer por diversas causas. Muitas vezes o óbito por uma complicação de influenza se dará após semanas ou meses da infecção.
    A vacinação continua sendo a melhor maneira de se prevenir contra a influenza.

    Existe contra indicação para vacina da gripe?
    Apenas indivíduos com comprovada alergia à ovo.
    Não se recomenda a vacinação no primeiro trimestre de gestação, entretanto é recomendada no último trimestre de gestação.
    A criança só pode ser vacinada a partir de 6 meses de idade.
    Indivíduos com quadro febril no dia da vacinação devem remarcar.
    Coriza e  tosse sem febre não contra-indica a vacinação
     
    A mulher grávida pode tomar a Vacina da Gripe?
    Sim. A vacina contra gripe contém apenas vírus inativados, ou seja mortos, é segura durante qualquer fase da gestação. No entanto, a vacinação contra gripe deve ser evitada durante o primeiro trimestre da gestação por serem os abortamentos espontâneos mais frequentes durante esse período

    A vacina da gripe além de proteger a mãe, protege o bebê nos primeiros meses de vida. Lembrar que a vacina da gripe está contra-indicada nos menores 6 meses.
     
    A administração simultânea de múltiplas vacinas a uma criança, aumenta o risco de efeitos colaterais danosos e pode sobrecarregar o sistema imunológico?
    As crianças são expostas a muitos antígenos estranhos todos os dias. A alimentação introduz novas bactérias em nosso organismo e numerosas bactérias são encontradas na boca e nas narinas de pessoas normais, expondo o sistema imunológico à ação de mais antígenos”. Dados científicos disponíveis evidenciam que a vacinação simultânea com múltiplas vacinas não provocam nenhum efeito adverso sobre o sistema imunológico normal da criança.
     
    Hepatite A
    A vacina contra hepatite A é segura?
    Trata-se de uma vacina inativada, por isto seu potencial infeccioso é nulo. A reatividade local e geral é escassa e de caráter leve e transitório. Seu perfil de segurança é muito elevado.

    Por quanto tempo a vacina protege contra a hepatite A?
    Ainda que os dados sobre proteção de longa duração sejam limitados, cálculos baseados em estudos matemáticos sugerem que a proteção dure pelo menos 20 anos.

    Quando as pessoas estão protegidas após a vacina da hepatite A?
    Cerca de 90% dos vacinados apresentam proteção 15 dias após a primeira dose e de
    99% à 100% com as duas doses.

    Quais os adultos fortemente recomendados para a vacina da hepatite A?
    - Pessoas queviajam para países com taxas altas ou intermediárias de Hepatite A
    - Homossexuais
    - Usuários de drogas ilícitas
    - Pessoas com risco ocupacional de infecção
    - Pessoas com doença hepática crônica
    - Pessoas com transtornos dos fatores de coagulação
     
    NeoVacinas, consultório

    NeoCare Vacinas, consultorio
    subir: voltar para o topo da página
    BOTAFOGO
    Rua Real Grandeza, 139 sala 307 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22281-033
    Telefone: (21) 2537-3595 - Celular: (21) 9520-5594 - Fax: (21) 2535-5038
    Funcionamento: de segunda a sexta, das 9h às 18h, e sábados, das 9h às 14h30
    BARRA DA TIJUCA
    Avenida Ayrton Senna 3000 Loja 1087 - Via Parque Shopping - Barra de Tijuca - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22775-904
    Telefones: (21) 3328-9782 e 2421-3139
    Funcionamento: Horário comercial do shopping. Sujeito a alterações conforme determinação da administração do Via Parque Shopping

    e-mail: neovacinas@neovacinas.com.br
    Clínica de Vacinação Rio de Janeiro - Qualidade em Vacinas
    Principal | Quem Somos | Cuidando da Família | Entre em Contato