NeoVacinas
HOME Quem somos A clínica Vacinas Perguntas e respostas Calendários Aos profissionais email
Cuidando da Família
postagem selecionada
Vacina Pneumocócica 13-valente (Conjugada) – sorologia após vacinação em criança
postado na data de: 29/01/2018
Vacinas
A Sociedade Brasileira de Imunização (SBIM) recomenda três doses da vacina Pneumocócica conjugada 13-valente:
aos 2 meses, 4 meses e 6 meses de vida com reforço entre 12 meses e 15 meses de idade.

De acordo com a bula da Vacina Pneumocócica 13 revisada e aprovada pela ANVISA em 27 de março de 2017,
listamos as seguintes informações relevantes abaixo:

1 A vacina pneumocócica 13-valente (conjugada) é indicada para a prevenção de doença invasiva, pneumonia e otite média causadas pelo Streptococcus pneumoniae dos sorotipos 1, 3,4, 5, 6A, 6B, 7F, 9V, 14, 18C,19A, 19F e 23F.
2 Sobre estudos clínicos de imunogenicidade da vacina pneumocócica 13-valente (conjugada) em lactentes e crianças, a OMS (Organização Mundial de Saúde) recomendou uma concentração de anticorpos anti-polissacarídeos capsulares de 0,35 µg/ml, medidos um mês após o esquema primário em lactentes como única concentração de referência de anticorpos para estimar a eficácia de novas vacinas pneumocócicas conjugadas contra DPI (doença pneumocócica invasiva). Essa concentração de referência é aplicável apenas em base populacional e não pode ser usada para prever a proteção contra DPI em uma base inidividual.
3 O uso de vacina pneumocócica conjugada não substituiu o uso da vacina pneumocócica polissarídica23-valente (VPPS23) em crianças maiores de 24 meses de idade com doença falciforme, asplenia, infecção por HIV, doença crônica ou que apresentem outro tipo de comprometimento imunológico.
4 Eventos adversos: mais comuns: irritabilidade, sonolência, febre, e sintomas locais: dor, hiperemia e, enduração.

Baseado na literatura científica atual, a sorologia anti-pneumococo na prática clínica é utilizada com a finalidade de avaliar a resposta funcional de anticorpos contra polissacarídeos e não com o intuito de avaliar a qualidade do produto vacinal.

A OMS destaca que as dosagens sorológicas não devem ser utilizadas para avaliar o nível de proteção pós-vacinação.

No Brasil, os laboratórios não utilizam a mesma padronização para definir a concentração mínima de anticorpos que indicaria proteção. Alguns laboratórios tem como identificar anticorpos apenas em níveis acima de 0,5 µg/ml ou acima de 1 µg/ml e esses testes são indicados para o uso de vacina polissacarìdica. Sendo assim se a criança apresentar concentração de anticorpos abaixo destes níveis, o resultado poderá indicar ausência de proteção. E isso é um resultado equivocado pois ela pode ter 0,35 µg/ml e não ser detectado pelo método utilizado. Outro ponto a discutir é o tempo entre a finalização da vacinação primária e a coleta da sorologia.

Deve ser feita 1 mês após o término caso contrário, com a queda natural dos anticorpos produzidos, o resultado pode ser negativo pois os títulos baixos acabam por não ser detectados. Vale ressaltar que a vacina conjugada faz memória imunológica e os anticorpos tem um aumento no momento de contato com o agente (pneumococo).

Referências:
Prevenar 13 (vacina pneumocócica 13-valente conjugada) Bula. Pfizer Brasil.
SÁFADI, Marco Aurélio. Como interpretar na rotina as dosagens de anticorpos pós vacinais contra os sorotipos de pneumococo. In: Guido Carlos Levi, Mônica Levi, Renato de Ávila Kfouri. Controvérsias em Imunização 2015. São Paulo: Segmento Farma, 2015. 160p
SÁFADI, Marco Aurélio Nota Técnica: Como interpretar na rotina as dosagens de anticorpos pós vacinais contra os sorotipos de pneumococo? Sociedade Brasileira de Imunizações. São Paulo. Atualizada em 26 de junho de 2017. Acesso em 15 de janeiro de 2018. Disponível em: https://sbim.org.br/images/files/nt-pneumococo-170626.pdf.

compartilhe
relação de postagens
subir: voltar para o topo da página
BOTAFOGO
Rua Real Grandeza, 139 sala 307 - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22281-033
Telefone: (21) 2537-3595 - Celular: (21) 99520-5594 - Fax: (21) 2535-5038
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e sábado, das 9h às 14h.
mapa de localização
BARRA DA TIJUCA
Avenida Ayrton Senna 3000 Loja 1087 - Via Parque Shopping - Rio de Janeiro - RJ - CEP 22775-904
Telefones: (21) 3328-9782 e 2421-3139
Funcionamento: de segunda-feira a sábado, das 10h às 20h (não abrimos aos domingos e feriados)
mapa de localização

e-mail: neovacinas@neovacinas.com.br
Clínica de Vacinação Rio de Janeiro - Qualidade em Vacinas
HOME CUIDANDO DA FAMILIA email